Leia a Bíblia Todos os Dias
"Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim." João 5.39 "Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra." 2Tm 3.16,17

sexta-feira, 21 de setembro de 2012



SENDO TRANSFORMADOS PARA TRANSFORMAR

Txt.  Rm 12.2

“E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”.

INTRODUÇÃO.

A epístola de Paulo aos romanos é uma das mais impressionantes cartas deste apóstolo. Nela está contida tanta teologia cristã que poderia juntamente com o Evangelho de João, segundo Martinho Lutero, salvar o cristianismo. Esta epístola está dividida em várias partes interessantes:

1 – Capítulo 1. 1-17 – Paulo faz introdução com breves considerações.
2 – do capítulo 1.18 ao capítulo 5.1-11, Paulo expõe os aspectos teológicos da sua carta, como juízo de Deus, pecado, justificação.
3 – do capítulo 5.12 ao capítulo 8, faz considerações antropológicas.
4 – do capítulo 9 ao 11, faz considerações históricas acerca de Israel.
5 – do capítulo 12 ao 16 Paulo apela para a prática cristã.

E a partir deste texto que vamos meditar nesta noite, reflete nossa vida cristã na prática.
Mas antes de entrar na reflexão prática deste texto quero ponderar o entendimento de cinco palavras neste texto que são fundamentais para compreender o que o Espírito Santo está dizendo pela pena de Paulo, estas palavras são: Conformeis, Século, transformeis, renovação da vossa mente e experimenteis.

1 - CONFORMEIS: formar e amoldar uma coisa a outra, ajustar-se, adaptar-se. Indica adoção ou imitação de uma pose ou modo recebido de uma conduta. Está ligado às coisas transitórias e externas.

2 – COM ESTE MUNDO (século). O que significa este mundo? A palavra mundo não está se referindo ao cosmo, a terra com seus seres, ou universo com suas estrelas. Não. A palavra no original grego koinê é ayion que significa século. Mas é preciso compreender que a palavra século não se refere apenas ao século em que vivia o Apóstolo Paulo. Pelo contrário, a palavra se refere à era presente, ou seja, o pensamento predominante de determinada época. Seja o tempo da igreja primitiva, medieval, da reforma, à nossa, e se Cristo não voltar por esses dias, também reflete a época futura.

3 – TRANSFORMAI-VOS: do grego metamorphe. Mudança de uma forma em outra. Está refletindo a mudança de caráter e conduta. Não é uma mudança parcial, mas completa. Diferente da palavra “Conformeis” que significa formar uma coisa a outra.

4 – RENOVAÇÃO DA VOSSA MENTE: está relacionada, não à razão, mas sim na forma de pensamento. Seria um progresso contínuo de renovo na forma de pensar. Um amadurecimento espiritual, ou seja, à medida que oramos, lemos a palavra, somos renovados progressivamente em nossa maneira de pensar.

5 – EXPERIMENTEIS: não significa um teste, para ver se é bom ou ruim, mas sim aprovar. Designa experimentar por conta própria.

Então poderíamos descrever em forma mais bem entendida do que o Apóstolo Paulo quis dizer neste texto, em uma simples e singela interpretação da seguinte maneira:

“E não se amoldem, imitando a conduta das pessoas que vivem de acordo o pensamento desta época. Mas mudem por completo, através da constante renovação da mente de vocês, isto é, uma mudança completa de seus pensamentos. Para que vocês por experiência própria provem da vontade de Deus, que é boa, agradável e perfeita.”

Agora vamos compreender a mensagem de Paulo para nós neste texto. Para isto vamos refletir primeiro acerca do que é o mundo, ou século. Quais são suas características.

I – SÉCULO (MUNDO).

Este mundo está virado de cabeça para baixo. Os padrões de valores designados pelas Escrituras não fazem parte mais do roteiro vida das pessoas. A Bíblia nos fornece informações acerca das características deste mundo.

1 - A primeira é que este mundo tem seus cuidados (apegos) Mt. 13.22, quando Cristo fala da semente que caiu entre os espinhos que a sufocou, mais a frente ele explica que o cuidado deste mundo sufocou o coração que ficou infrutífero;
2 – a segunda característica é que o mundo tem sua sabedoria: (ICo 2.6,8).
3 - A terceira é a perversidade (Gl 1.4), quando Paulo diz que Cristo morreu por nós e livrou-nos deste mundo perverso.
4 – a quarta é que também tem um deus (2 Co. 4.4), o deus deste século segou o entendimento dos incrédulos, ou seja, tem uma mente espiritual que o governa.
5 – concupiscência da carne, dos olhos e soberba da vida. E tudo isso é passageiro e somente o que fizermos para Cristo permanece.

Esta última reflete toda a forma de pensamento deste século. Isto significa que vivemos em uma época em que todas estas características estão presentes no dia-a-dia de nossas vidas, e que de alguma forma somos tentados a viver segundo estes padrões que o mundo nos oferece.

Podemos ver todas estas coisas na TV, na internet, na escola, nas universidades, no trabalho e no convívio com as pessoas. Somos tentados a todo o momento a nos adaptarmos às coisas desta vida.
Nós somos tendenciosos a mudar de valores e conformar no sentido de aceitar novos valores. Um exemplo que posso dar a esse respeito é da TV. Talvez você já tenha passado por isso: numa cena de uma novela em que há adultério e dependendo da forma que acontece esse adultério, muitas pessoas concordam, dizendo tem que fazer assim mesmo. E assim vamos mudando nossos valores, concordando ou conformando com este mundo.
Na internet não é raro vermos cristãos que publicam coisas obscenas no facebook, que fazem comentários favoráveis acerca de coisas que não convém aos que servem a Deus.
Os jovens nesta área são os mais afetados, pois há uma atração muito grande da mídia para prendê-los aos moldes deste mundo. E não é pouco o número de jovens e adolescentes cristãos que são atraídos por estas coisas.
E sentem vergonha de dizer que são cristãos. Posso dar exemplo disso. Quando alguém publica no facebook que um famoso ou uma famosa foi fotografado pelos paparazzi em algum lugar especial, surge um monte de comentários, quase infinitos, e lá estão os comentários de jovens cristãos. Quando alguém publica uma mensagem evangélica, falando de Cristo, ou algo que edifica a vida cristã, se aparecer dois ou três comentários é muito, e pode ter certeza foi para não deixar sem graça quem publicou.

São mudanças de valores que está tentando sufocar a igreja do Senhor Jesus neste presente século.

A maioria dos cristãos está tão adaptada aos moldes desta vida que tem vidas múltiplas. No trabalho é funcionário, na casa é membro da família, na rua mais uma pessoa qualquer, falam o que querem, pensam o que querem. Mas são cristãos somente na igreja. Quando adentramos no templo aí sim passamos a ser religiosos, a adorar a Cristo. Entendem que Cristo só deve ser adorado no templo. Isto não é verdade. Devemos adorá-lo todos os dias, em todo lugar e em qualquer momento.
Billy Graham comentou acerca disso uma vez: “não precisamos de mais cristianismo enquanto instituição, mas sim de cristãos que vivam 24 hora com Jesus.

O mundo tenta nos sufocar, o presente século tenta nos bombardear externamente com suas forças e atrações, mas temos uma advertência do Apóstolo Paulo: não vos conformeis.
Não podemos nos conformar com este mundo. Vivemos na presente era, mas não devemos fazer parte de sua conduta.
Não podemos nos adaptar-se às suas formas.
Jovens não aceitem a proposta deste mundo. São atrativas, mas o seu fim é amargo. Não se conformem com este mundo. Diz o apóstolo Paulo “não vos conformeis com este século”.

Agora Paulo mostra um caminho glorioso para nossas vidas.

II – MAS TRANSFORMEIS PELA RENOVAÇÃO DE VOSSA MENTE.

Paulo está dizendo que devemos mudar radicalmente nossa forma de pensar. Nossa forma de viver. Irmãos não é fácil abandonar nossos hábitos, nossas práticas. Mas quando se trata da vida cristã é necessário fazer isso. Mas como podemos fazer isso, como podemos transformar nossas vidas?
Primeiro quem produz a transformação em nossa vida é Cristo. Somente ele tem o poder de transformar nosso interior. Nós podemos ver isso na vida do próprio Paulo, quando Cristo o transformou de perseguidor em perseguido. Em alguém que matava os cristãos em alguém que morreria por Cristo.
Mas também podemos à medida que avencemos em nossa vida cristã progredir nesta transformação. Pois aqui o apóstolo Paulo está falando de santificação. E a santificação tem dois aspectos: o primeiro é o de Deus, que nos santificou, ou seja, nos separou, não nos vê mais como pecadores, mas sim como pessoas separadas para ele, santas. O outro aspecto é que a santificação é progressiva, ou seja, devemos nos santificar, separando-nos das coisas deste mundo, consagrando nossa vida a Deus. E podemos fazer isso de várias maneiras, como:

1 – leitura da palavra (II Tm 3.16)
2 – oração (I Ts 5.17)
3 – pensar nas coisas do alto (Cl 3.2) (I Co2.16 mente de Cristo)
4 – busca a Deus e seu reino (MT. 6.33)

Poderia ser citadas mais coisas, mas fazendo estas coisas vamos renovando nossa mente e sendo transformados para as coisas de Deus.

Mas qual é o propósito de não conformar com este mundo e nos transformar pela renovação de nossa mente?

Paulo diz por que devemos fazer isso:

III – PARA QUE EXPERIMENTEIS QUAL SEJA A BOA, AGRADÁVEL E PERFEITA VONTADE DE DEUS.

Irmãos, aqui está a melhor coisa para nossas vidas: a vontade de Deus.
Não vamos fazer teste da vontade de Deus. Não vamos experimentar para ver se é boa ou ruim, e depois decidir se vamos tomá-la para nós ou não. Não é isto que o Espírito Santo está dizendo, através de Paulo. Mas pelo contrário: a vontade de Deus é boa, agradável e perfeita e não há nada que mude isso, o que nos compete é experimentar, provar por conta própria quão maravilhosa é a vontade de Deus. E nós podemos experimentar esta magnífica vontade de Deus.
Jovens vocês podem experimentar a vontade de Deus, não conformando com este mundo, não cedendo às suas atrações, mas transformando suas vidas, a cada dia pela palavra, pela oração, pelas práticas cristãs.

Quem já experimentou a vontade de Deus pode nos dizer isso:

Davi: “Agrada-me fazer a tua vontade, ó Deus meu; dentro do meu coração, está a tua Lei”. Sl 40.8.

Quem pode dizer hoje em seu coração: agrada-me fazer a tua vontade ó Deus meu; a tua palavra está dentro do meu coração.

CONCLUSÃO:

Há algo importante em tudo o refletimos hoje. Quando não conformamos com este mundo, mas transformamos nossa vida pela renovação de nossa mente, e quando experimentamos a boa, agradável e perfeita vontade de Deus, somo capazes também de proporcionar à outras pessoas esta transformação, através de nosso testemunho de pessoas transformadas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário